NOVIDADES

Estufa para Morangos

Quinta-Feira, 27/09/2018 | 10:16

Nos últimos anos a cultura do morango obteve vários avanços em técnicas de manejo e de produção. Esses avanços possibilitaram que a cultura se expandisse em muitas regiões do país que não tinham tradição no seu cultivo.

A melhor época para colheita da fruta seria entre os meses de agosto e dezembro. Porém, cultivando em estufas o período de produção é ampliado e pode-se colher a fruta durante o ano todo.

Cada vez mais, os produtores têm usado estufas agrícolas para o cultivo de morango, que oferece melhoria de qualidade e disponibilidade do produto. Elas evitam excessos de chuva, seca e até mesmo danos provocados por granizo.

Além do cultivo no solo, outra possibilidade é utilizar sistemas semi-hidropônicos. 

As mudas são cultivadas em estufas e plantadas em sacos plásticos específicos, conhecidos como bags ou slabs. Em cada saco cabem cerca de 14 pés. Outra diferença em relação ao plantio tradicional é que as plantas ficam suspensas em cavaletes.

Em uma estufa com 5 m de largura e 50 m de comprimento pode-se colocar quatro bancadas com duas linhas de slabs, cada uma num total de 3.600 plantas, ou seja, em torno de nove plantas por metro linear. Dessa forma, pode-se colocar de 2 a 2,5 vezes mais plantas por hectare, se comparado ao plantio no solo.

O cultivo de morango em estufas chega a produzir de 2x a 3x mais que o cultivo convencional. Ele reduz as pragas e doenças, protege da geada e da chuva além de que, com esse sistema, o agricultor consegue uma economia de 40% de água e defensivos.

Os produtores destacam a facilidade na colheita, já que não precisam ficar abaixando para pegar as frutas.

O modelo de estufa ideal para o cultivo de morangos é a Arco tubo da Açopema. São estruturas que suportam os ventos e demais condições climáticas. E possuem um investimento menor, se tornando um ótimo custo benefício.

O risco é muito baixo diante do investimento inicial. A manutenção é barata e o retorno do investimento é rápido.

Leia mais novidades